Casa & Família Moda

Dicas de enxoval para o bebê de 3 à 6 meses

Voltamos com os assuntos relacionados à gestação, recém nascidos e filhos.👶

E no nosso primeiro post de 2017 vamos continuar falando sobre os itens necessários para os cuidados com os bebês.

Aqui você encontra sobre os recém-nascidos e bebês até 3 meses.👶

As mudanças agora começam a aparecer: o bebê está ficando cada vez maior e as primeiras roupinhas já não servem mais.

Roupas

  • Mijão/Culote: continuam sendo os aliados para usar em casa e prepare-se se você pensou que vão sujar menos porque não haverá mais explosão de fraldas. O bebê vai começar a arrastar e fazer aquela bagunça na hora de comer, temos umas 10, mas sempre acho que estão faltando rs..rs..
  • Shortinhos: no meu caso que a Valentina nasceu no inverno agora começa o calor e os shortinhos começam a serem bastante úteis. Temos uns 12 e está sendo o suficiente.
  • Meias: já começam a apertar e vale a pena investir nas que tem aderência, pois os bebês dessa idade não usam sapatinhos, mas assim que aprenderem arrastar começam a tentar ficar em pé e estas meias ajudam para não escorregarem. Temos 9 pares que estão sendo o suficiente.
  • Joelheira: comecei a usar no sexto mês, ajuda muito após o bebê começar a arrastar, eu tenho dois pares e está sendo o suficiente.
  • Babadores: agora sim vamos começar a usar os babadores, comprei de vários tipos na feira de gestante: prefira os de botões ou velcro são mais práticos para aqueles momentos que você está sozinha e precisa colocá-los com uma mão só por exemplo.
  • Sapatinhos: este é um item que é mais útil para a mamãe do que para o bebê, queremos vê-los arrumadinhos e o sapatinho dá o toque especial no look, mas os bebês só vão precisar deles mesmo depois que começarem a andar.
  • Lacinhos: outro item que é mais para nós mamães de meninas do que para o bebê. No começo a Valentina odiava os lacinhos, tirava e ficava irritada, agora ela mesmo já leva a cabecinha para eu colocar, foi vencida pela insistência da mamãe😂. Mas realmente fica uma graça não é mesmo?

 👉A dica aqui é observar se o laço não está apertando a cabecinha do bebê ou tem algum material que poderá machucá-la. Os lacinhos pequenos já não estou utilizando, porque tudo ela está colocando na boca e fico com receio dela engasgar.

  • Casaquinho: tem que ter principalmente aqui em Belo Horizonte que o tempo muda de repente, tenho apenas 2 está sendo o suficiente.
  • Vestidinho: estes aqui temos uns 10 e são lindos, para passear, as menininhas ficam verdadeiras princesinhas, vale o investimento.

Alimentação

Os órgãos de saúde recomendam que o bebê fique em aleitamento materno exclusivo até os 6 meses de vida, mas por vários motivos isso pode não ocorrer.

Aqui em casa a IA: introdução alimentar começou com 5 meses e 3 dias, não era o que eu tinha planejado, mas foi a decisão mais sensata que tomamos juntamente com a pediatra.

Irei relatar sobre esta experiência com a amamentação em um próximo post.😉

A maioria das mamães retornam ao trabalho neste período, e além de todas as outras preocupações: onde deixar o bebê, quem irá cuidar, como vai cuidar do bebê, também começam as preocupações com a alimentação dele: armazenar leite materno, complementar com fórmula e introduzir  as papinhas são os marcos deste período.

Qual o melhor caminho?

👉Apenas mamães, papais e o(a) pediatra do bebê poderão escolher, mas existem alguns itens que você provavelmente terá que adquirir neste período.

Os que eu precisei foram:

  • Mamadeira: é um acessório muito útil para que outra pessoa alimente o bebê quando você não está por perto, ou para oferecer o leite de fórmula, água ou outro alimento.

A pediatra da Valentina liberou a introdução de água aos 4 meses, comecei dando na madeira e quando ela estava com 4 meses e meio, comecei a retirar o leite materno e oferecer a ela, para que quando eu voltasse a trabalhar (faltavam poucos dias para ela completar 5 meses quando retornei ao trabalho) ela já estivesse acostumada com o acessório.

Ela pegou bem rápido, muitos dizem que o bebê quando toma mamadeira começa a não querer o seio, percebi que realmente por ser mais fácil a sucção, o bebê prefere a mamadeira.

Mas eu insisti no seio e também não deixe o bebê pegar a mamadeira de forma incorreta (existem alguns bicos que inclusive imitam o seio).

A Valentina faz boquinha de peixe na mamadeira também, mas hoje ela prefere o seio.

  • Bomba para retirada de leite: este item eu comprei e não usei, na época preferi retirar manualmente, então não posso opinar muito, mas muitas mamães garantem que é muito bom, porque retira o leite mais rápido.
  • Sacos ou recipientes para armazenamento de leite materno: usei os dois, os saquinhos por serem descartáveis fica mais oneroso no final, eu investir nos potes com tampa em rosca e hoje eles também servem para transportar as papinhas, foi uma excelente aquisição.

Foram estes os itens que acrescentei no enxoval da Valentina neste período.

E as mamães leitoras do blog o que mais marcou a mudança no enxoval do seu bebê neste período?

Deixe nos comentários vamos adorar trocar experiências.😊

Um dia abençoado para todos vocês, até o próximo post.🙏

Deixe aqui um comentário para a gente!!!